Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

Cruzeiro, sinal de alerta

Quem precisa salvar o Cruzeiro são os seus dirigentes. 

23/09/2019 às 04:24

Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro está a um ano e três meses do seu centenário, que será comemorado no dia 2 de janeiro de 2021. E fica a pergunta no ar, preocupante. Como o clube chegará ao grande acontecimento?

De vida financeira equilibrada e sempre com grandes times, acumulando títulos e exemplos de boa administração, tudo mudou, para pior, de uns tempos para cá.

Não há um só dia em que não haja uma denúncia, uma cobrança, um compromisso adiado e não cumprido.

Para piorar a situação, a guerra aberta entre duas grandes torcidas chegando ao confronto direto no Mineirão, no sábado, dia de Cruzeiro e Flamengo, foi lamentável.

Isto sem contar que o Conselho Deliberativo vive em conflito com a diretoria atual e no próprio Conselho há um racha sem tamanho, difícil de ser administrado.

O time de futebol responsável pela multiplicação da torcida mostra suas carências graves e a folha de pagamentos é hoje a segunda ou terceira maior do Brasil.

A dívida total já atinge números astronômicos e o seu custo leva boa parte do que o Cruzeiro arrecada.

Não se ouve a palavra do presidente. A torcida anda com os nervos abalados vivendo um pesadelo quando o assunto é rebaixamento, nunca ocorrido, em nenhuma competição, nesses quase 100 anos.

O momento exige um mutirão de bom senso. Nada será solucionado apenas esperando o tempo passar, evitando dar esclarecimentos à grande torcida a quem o Cruzeiro tanto deve.

Agora é ganhar pontos rapidamente e começar a pensar em 2020 com nova proposta de gestão e encarando os fatos de forma profissional, honesta, rápida. Rogerio Ceni pode salvar o time. Quem precisa salvar o Cruzeiro são os seus dirigentes. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link